Bienal do Livro Bahia 2013 - Programação Cultural

08 de Novembro

Hora Programa Sessão Local Participantes Mediador Curador Descrição
15:00 Baú de Histórias A casa do coelho e Ananse e o baú de histórias Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
16:30 Baú de Histórias O sapo e princesinha e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
17:30 Baú de Histórias Ananse e o baú de histórias e o sapo e princesinha Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
18:00 Território Jovem Borralheiros e borralheiras: consultório sentimental Território Jovem Fabrício Carpinejar Suzana Vargas Suzana Vargas Poeta, cronista, ficcionista, blogueiro, twitteiro, Fabrício Carpinejar mantém um blog em que dá conselhos e pensa as relações amorosas do nosso tempo. No Território Jovem, ele estará disponível para dialogar e aconselhar os borralheiros e borralheiras de plantão.
18:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Alberto Lima, Pilô Pires e Maysa Miranda João Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.
19:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Darlon Silva, Edgar Velame e Heitor Brasileiro José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.
19:30 Café Literário Gala de abertura Café LIterário José Carlos Capinan e Antônio Risério Miguel Jost João Paulo Cuenca A conversa da Gala de Abertura da Bienal será sobre a extensa obra de Capinam e Risério e também sobre a importância da Bahia na construção do imaginário e da cultura nacional - com destaque a Edgard Santos e a experiência da UFBa nos anos 60, momento fundamental para a cultura brasileira até os dias de hoje.
20:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Coletivo Poesia Além Mar das Sete Praças(Marcos Peralta, Tiago Oliveira) e Nívea Maria Vasconcelos e os oHmeros (Cid Fiúza e Vênus Carvalho) José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.

09 de Novembro

Hora Programa Sessão Local Participantes Mediador Curador Descrição
11:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
12:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Ananse e o baú de histórias Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
14:30 Baú de Histórias O sapo e princesinha e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
15:00 Café Literário Escrever para mudar o mundo com O Livreiro do Alemão e a autora do Diário de Classe Café LIterário Isadora Faber e Otávio Junior Miguel Jost José Paulo Cuenca A escrita e o trabalho engajado desses dois jovens brasileiros ganharam projeção nacional. Isadora relatou os problemas da sua escola em Florianópolis em episódio que vai virar seu primeiro livro e Otávio, o Bibliotecário do Alemão (Comunidade do Complexo do Alemão, Rio de Janeiro) achou seu primeiro livro no lixo e hoje é o criador de uma biblioteca pública independente e de livros onde conta sua história.
15:30 Baú de Histórias Ananse e o baú de histórias e o sapo e princesinha Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
16:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
17:00 Território Jovem As saídas do armário: por uma nova moral familiar e pessoal Território Jovem Bruno Bimbi Marcos Vinícius Rodrigues Suzana Vargas A luta pelos direitos civis dos casais homossexuais, que instaurou uma nova ordem familiar, revolucionando os antigos conceitos de família, amor, sexualidade. Quais as conquistas alcançadas? O que precisamos resolver ainda para nunca mais precisar entrar no armário?
17:30 Café Literário Os anos de Vinícius de Moraes na Bahia Café LIterário Gessy Gesse e Miguel Jost João Paulo Cuenca João Paulo Cuenca Uma conversa entre Gessy Gesse, ex-mulher de Vinícius de Moraes e autora de "A Minha Vida com o Poeta", e Miguel Jost, um dos curadores dos 100 anos do grande poeta.
18:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Douglas de Almeida, Ivan Maia e Walter César José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.
18:00 Baú de Histórias A casa do coelho e Ananse e o baú de histórias Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
18:30 Território Jovem Bullying e Cyberbullying: epidemia ou modismo? Território Jovem Maria Teresa Maldonado e Feizi Milani Renata Rocha Suzana Vargas Existem limites entre a brincadeira e a repressão? Entre a crítica saudável e a opressão que traumatiza? Bullying e violência. Bullying e Cyberbullying. Grupos sociais e repressão. Existem leis vigentes contra essa covardia que assola a sociedade em todos os seus níveis?
19:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Gilmara Cláudia, Jotacê Freitas e Sergio Bahialista José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.
19:30 Baú de Histórias O sapo e princesinha e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
19:30 Café Literário Literatura fantástica brasileira Café LIterário André Vianco e Antônio Xerxenesky Miguel Jost José Paulo Cuenca Os dois jovens escritores debatem sua obra e a importância do gênero no país. Como é ser um escritor de literatura fantástica no Brasil?
20:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Poesia Nativista Gaúcha_Alexandre Brito e Sandra Santos e Celo Costa José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.

10 de Novembro

Hora Programa Sessão Local Participantes Mediador Curador Descrição
11:30 Baú de Histórias Ananse e o baú de histórias e o sapo e princesinha Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
12:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
14:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Ananse e o baú de histórias Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
15:00 Território Jovem O Apocalipse existe? Existirá? Auditório Professor Ubiratan Castro de Araújo Eduardo Sporh Suzana Vargas Suzana Vargas Anunciado pelas religiões, ligado sempre às questões de sobrevivência do planeta, qual o significado da palavra Apocalipse hoje para as novas gerações? A ideia do Apocalipse ainda é capaz de inibir o que se entende como Mal? E se o Mal existe, o que é afinal o Bem? Quais as implicações dessa batalha?
15:30 Baú de Histórias O sapo e princesinha e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
16:30 Baú de Histórias Ananse e o baú de histórias e o sapo e princesinha Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
17:00 Território Jovem Jornalismo: que profissão é essa? Território Jovem Cora Rónai e Jefferson Beltrão Victor Mascarenhas Suzana Vargas O que é ser jornalista?Como se forma um jornalista?Que caminhos trilha um profissional de Comunicação até atingir algum grau de estabilidade? Existe o perfil ideal para ele? Quais as opções do mercado hoje?
17:30 Café Literário Cartum e grafite brasileiros Café LIterário André Dahmer e TOZ (Tomaz Viana) Miguel Jost José Paulo Cuenca Em cartum e grafite, dois dos principais expoentes da sua geração falam sobre seu trabalho, influências e carreira.
18:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel José Walter Pires, Sueli Valeriano e Creusa Meira José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.
18:00 Baú de Histórias A casa do coelho e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
18:30 Território Jovem Viajar é preciso Território Jovem André Fran, Felipe Ufo e Michel de Souza ( Não conta lá em casa) Victor Mascarenhas Suzana Vargas Navegar é preciso, já dizia Camões, num tempo sem aviões ou trens-balas.Hoje, mais do que nunca viaja-se com as facilidades contemporâneas, com soluções prováveis e trilhas improváveis, com com muitas surpresas e abismos. É preciso conhecer o mundo e a vida de todo mundo e só viajando isso acontece.
19:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Ângela Toledo, Alexandre Brito e Sandra Santos José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.
19:30 Café Literário Ser biógrafo no Brasil hoje - uma conversa com Mário Magalhães e Josélia Aguiar Café LIterário Mário Magalhães e Josélia Aguiar Miguel Jost João Paulo Cuenca Os dois biógrafos (Marighella e Jorge Amado) falam sobre a profissão no país e os riscos que a atividade corre em tempos em que a censura prévia é defendida por bastiões da MPB.
20:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Gibran Sousa, Gabriel Barros, Camila Gonçalves e Marcel Torres José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.

11 de Novembro

Hora Programa Sessão Local Participantes Mediador Curador Descrição
11:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Ananse e o baú de histórias Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
12:30 Baú de Histórias O sapo e princesinha e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
14:00 Território Jovem O uso ético e seguro das novas midias - Parceria SaferNet / Licenças livres e produção de conteúdos Território Jovem Organizado pelo Governo do Estado O uso ético e seguro das novas midias - Parceria SaferNet / Licenças livres e produção de conteúdos
14:30 Baú de Histórias Ananse e o baú de histórias e o sapo e princesinha Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
15:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
16:30 Território Jovem Teatro: "Porque sou preta". Território Jovem Organizado pelo Governo do Estado Teatro: "Porque sou preta". O espetáculo conta a história das colegas Ritinha, Carolina e Maria Eduarda que convivem com situações limite na escola. Baseada no texto Mamãe, Por Que Eu Sou Branca e Ritinha É Negra? de Jaime Sodré.
16:30 Território Jovem Teatro: "Porque sou preta". Território Jovem Teatro:"Porque sou preta". O espetáculo conta a história das colegas Ritinha, Carolina e Maria Eduarda que convivem com situações limite na escola. Baseada no texto Mamãe, Por Que Eu Branca e Ritinha É Negra? de Jaime Sodré. Criação coletiva com a Cia. deTeatro BIML-turma juvenil. (Elenco: Natalia Góis, Julio Leite, Giovanna Martins, Daniele Campos, Jéssica Santana, Thainara Meireles, Mônica Ferreira, Bianca Menezes, Quele Lima, Alisson da Hora, Ana Clara Badaró, Erick Rantica, Islane Maia, Marco Lopo.)
16:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Ananse e o baú de histórias Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
18:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Bernardo Almeida, Ivan Almeida, Vânia Melo José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.
19:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Lita Passos, Piligra e Vladimir Queiroz José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.
19:30 Café Literário As fronteiras da linguagem Café LIterário João Filho e Paulo Scott Josélia Aguiar José Paulo Cuenca Paulo Scott e João Filho são dois dos jovens escritores brasileiros mais interessantes e inventivos da última década. Nessa conversa, debatem a importância da invenção de linguagem e de uma ideia de identidade nacional a partir do seu trabalho.
20:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel João Augusto, Jurivaldo Alves da Silva e Olliver Brasil José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.

12 de Novembro

Hora Programa Sessão Local Participantes Mediador Curador Descrição
11:30 Território Jovem Batalha de Mc´s com Elvis Kazta Território Jovem Organizado pelo Governo do Estado Batalha de Mc´s com Elvis Kazta
11:30 Baú de Histórias O sapo e princesinha e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
12:30 Baú de Histórias Ananse e o baú de histórias e o sapo e princesinha Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
13:00 Território Jovem Edição especial do projeto Pós-Lida, com James Martins Território Jovem Organizado pelo Governo do Estado Edição especial do projeto Pós-Lida, com James Martins.
14:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
15:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Ananse e o baú de histórias Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
16:30 Baú de Histórias O sapo e princesinha e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
17:30 Baú de Histórias Ananse e o baú de histórias e o sapo e princesinha Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
18:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Alyne Costa, Gildeone dos Santos Oliveira e Ricardo Thadeu José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.
18:30 Território Jovem Os orixás do cotidiano Território Jovem Mãe Stella de Oxóssi e Nelson Maca Adelice Souza Suzana Vargas Que papéis desempenham na nossa existência as representações das divindades do candomblé e das religiões africanas? Como nosso cotidiano é regido por essas influências e porque é importante estudá-las, percebê-las. E, a prática? Qual a sua necessidade no mundo de hoje?
19:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Kitute, Zezão Castro e Clóvis Pereira da Fonseca José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.
19:30 Café Literário Afrodescendência e cultura brasileira Café LIterário Ana Maria Gonçalves Josélia Aguiar José Paulo Cuenca A arte brasileira a partir de sua herança racial - Se a fundação do nosso país começa com um ato de genocídio indígena, até meados do século 19, cinco milhões de negros foram aprisionados e levados à força para o Brasil. Propomos um debate sobre a representação da afrodescendência na cultura brasileira.
20:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Sarau Prosa & Poesia:Fábio Haendel, Kátia Borges, Mariana Paiva e Nilson Galvão (Sarau Poesia & Poesia) José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.

13 de Novembro

Hora Programa Sessão Local Participantes Mediador Curador Descrição
10:30 Baú de Histórias Narizinho e Emilia contando histórias com Semideia Sentimental e Fabiana Maia. Apoio Orliel Santos Baú de Histórias Organizado pelo Governo do Estado Narizinho e Emilia contando histórias com Semideia Sentimental e Fabiana Maia. Apoio Orliel Santos
11:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
12:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Ananse e o baú de histórias Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
14:30 Baú de Histórias O sapo e princesinha e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
15:00 Território Jovem A Copa é nossa? Território Jovem Juca Kfouri e Darino Sena Gustavo Castellucci Suzana Vargas O futebol brasileiro estará preparado para a Copa do Mundo que se aproxima?A quantas anda a Seleção e sua escalações? Quem são os novos craques que poderão se firmar como profissionais indispensáveis? E, o país? Está preparado também para receber o mundo?
15:30 Baú de Histórias Ananse e o baú de histórias e o sapo e princesinha Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
16:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
18:00 Baú de Histórias A casa do coelho e Ananse e o baú de histórias Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
18:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Alex Simões, Lívia Natália e Marcus Vinicius Rodrigues José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.
18:30 Território Jovem O que é fé afinal? Território Jovem Frei Betto Adelice Souza Suzana Vargas Encontro com Frei Betto sobre a importância da fé no cotidiano do planeta. Em que reside a verdadeira fé e como trabalhá-la e incorporá-la ao nosso dia a dia. Fé é ir à Igreja? Ou não há necessidade? O que é a fé afinal? Fé é sinônimo de religião?
19:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Luiz Augusto Feitosa Ferraz, Martha Galrão e Cláudina Ramirez José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.
19:30 Café Literário Literatura nas quebradas da periferia Café LIterário Nelson Maca e Écio Sales Josélia Aguiar José Paulo Cuenca Esses dois professores e autores estão envolvidos em iniciativas de criação e leitura nas periferias de Salvador e Rio de Janeiro. O debate será sobre a importância não apenas social mas estética da produção literária desses lugares.
20:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Carla Visi, Amadeu Alves e Fabrício Rios José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.

14 de Novembro

Hora Programa Sessão Local Participantes Mediador Curador Descrição
11:30 Baú de Histórias O sapo e princesinha e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
12:30 Baú de Histórias Ananse e o baú de histórias e o sapo e princesinha Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
13:00 Baú de Histórias Teatro de Fantoches "Sapo Bocarrão e Amigos da Natureza" -adaptação de três obras infantis do autor Benedito Mouzar. Baú de Histórias Organizado pelo Governo do Estado Teatro de Fantoches "Sapo Bocarrão e Amigos da Natureza" -adaptação de três obras infantis do autor Benedito Mouzar.
14:00 Território Jovem Blog, a nova literatura online / Literatura e mídias digitais na educação. Território Jovem Organizado pelo Governo do Estado Blog, a nova literatura online / Literatura e mídias digitais na educação.
14:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
15:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Ananse e o baú de histórias Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
16:30 Baú de Histórias O sapo e princesinha e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
18:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Georgio Rios, Elizeu Moreira Paranaguá e Lande Onawale José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.
18:30 Território Jovem Drogas: as voltas do caminho Território Jovem João Estrella e Márcio Mello Aline Castelo Branco Suzana Vargas Até a dependência total, que caminhos percorre um usuário de drogas? Existe algum limite? As drogas tornam-se ponte para a violência? Nessa mesa conversaremos com João Estrella, ex-viciado, traficante e personagem do filme "Meu nome não é Johnny".
19:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Cleberton Santos, Rosana Paulo e Kacau Novaes José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.
19:30 Café Literário O passado hoje Café LIterário Mary del Priore e Zuenir Ventura Josélia Aguiar José Paulo Cuenca Os dois autores vão falar sobre suas respectivas obras sob o prisma das transformações sociais dos dias de hoje. Até que ponto livros como "Cidade partida" e "O príncipe maldito" jogam luz sobre o Brasil de 2013.
19:30 Baú de Histórias Ananse e o baú de histórias e o sapo e princesinha Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
20:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Poesia Incendiária : José Inácio Vieira de Mello, Rita Santana, Vandex e Dionísios Dialéticos (Heraldo Araújo e Renato Nunes) José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.

15 de Novembro

Hora Programa Sessão Local Participantes Mediador Curador Descrição
10:30 Território Jovem Oficina de criação literária - Jogos de ficção, com Laura Castro. Território Jovem Organizado pelo Governo do Estado Oficina de criação literária - Jogos de ficção, com Laura Castro.
10:30 Baú de Histórias Contação de histórias com Wilson Costa Baú de Histórias Organizado pelo Governo do Estado Contação de histórias com Wilson Costa
11:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
12:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Ananse e o baú de histórias Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
14:00 Território Jovem Conversa com o Escritor, com Laura Castro. Território Jovem Organizado pelo Governo do Estado Conversa com o Escritor, com Laura Castro.
14:30 Baú de Histórias O sapo e princesinha e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
15:00 Café Literário Memorialismo e invenção da literatura latino-americana Café LIterário Guadalupe Nettel e Joca Terron Paulo Werneck João Paulo Cuenca O escritor e editor Joca Reiners Terron conversa sobre a América Latina, memorialismo e invenção com Guadalupe Nettel, uma das principais vozes da nova literatura latino-americana que está no Brasil para lançar "O corpo em que nasci".
15:30 Baú de Histórias Ananse e o baú de histórias e o sapo e princesinha Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
16:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
18:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Elieser Cesar, Glauce Sousa e Iolanda Costa José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.
18:00 Baú de Histórias A casa do coelho e Ananse e o baú de histórias Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
18:30 Território Jovem Amor na internet: ética das relações amorosas Território Jovem Márcia Tiburi e José Inácio Vieira de Mello Aline Castelo Branco Suzana Vargas O amor virtual pode se transformar em amor real?Quais os limites éticos de um relacionamento virtual? Até onde ir, até onde acreditar?As seguranças e as inseguranças da internet na vida amorosa.
19:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Janete Lainha, Franklin Maxado e Salete Maria José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.
19:30 Café Literário Brasil 2013 - Mídia Ninja e ativismo online Café LIterário Bruno Torturra e Rafucko Paulo Werneck João Paulo Cuenca Bruno Torturra (Mídia Ninja) e Rafael Puetter (Rafucko) debatem o papel da mídia nas manifestações do inverno de 2013 e mostram vídeos exemplificando o seu trabalho.
19:30 Baú de Histórias O sapo e princesinha e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
20:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Roberval Pereyr, Achiles Neto e Marcus Marinho José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.

16 de Novembro

Hora Programa Sessão Local Participantes Mediador Curador Descrição
10:30 Baú de Histórias Contação de histórias com o ator Sérgio Mício Baú de Histórias Organizado pelo Governo do Estado Contação de histórias com o ator Sérgio Mício
11:30 Baú de Histórias Ananse e o baú de histórias e o sapo e princesinha Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
12:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
14:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Ananse e o baú de histórias Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
15:00 Território Jovem Vampiros, fantasmas, bruxarias: o sobrenatural existe? Território Jovem Carolina Múnhoz e Raphael Draccon Renata Rocha Suzana Vargas Conversa sobrenatural com Raphael Draccon e Carolina Munhóz, um casal de outro mundo.
15:30 Baú de Histórias O sapo e princesinha e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
16:30 Baú de Histórias Ananse e o baú de histórias e o sapo e princesinha Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
17:30 Café Literário 3 da poetas na Bahia hoje Café LIterário Ruy Espinheira Filho, Roberval Pereyr e José Inácio Vieira de Mello Paulo Werneck José Paulo Cuenca Três dos principais nomes da poesia na Bahia hoje leem seus poemas e conversam sobre sua obra.
17:30 Território Jovem Traição entre amigas Auditório Professor Ubiratan Castro de Araújo Thalita Rebouças Suzana Vargas Suzana Vargas O que pode ser considerado traição? E quando ela acontece entre amigas?É possível continuar uma amizade quando seu (sua) melhor amigo (a) é a causa do rompimento do namoro? Conversa franca com Thalita Rebouças.
18:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Antônio Nahud, Pedro Stkls e Vitor Nascimento Sá José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.
18:00 Baú de Histórias A casa do coelho e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
19:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Carla Nobre, Cássio Pontes e Pedro Stkls (Grupo Abeporá) e Grupo Concriz José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.
19:30 Café Literário O romance inventando o Brasil Café LIterário Antônio Torres e Rodrigo Lacerda Paulo Werneck José Paulo Cuenca Antonio Torres, um clássico contemporâneo, encontra Rodrigo Lacerda, romancista prestes a se tornar um deles, num debate sobre a identidade nacional através das suas obras.
19:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Ananse e o baú de histórias Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
20:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Ruy Espinheira Filho, Suzana Vargas e Luiz Antônio Cajazeira Ramos José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.

17 de Novembro

Hora Programa Sessão Local Participantes Mediador Curador Descrição
11:30 Baú de Histórias O sapo e princesinha e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
12:30 Baú de Histórias Ananse e o baú de histórias e o sapo e princesinha Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
14:00 Território Jovem Teatro: "Porque sou preta". Território Jovem Organizado pelo Governo do Estado Teatro: "Porque sou preta". O espetáculo conta a história das colegas Ritinha, Carolina e Maria Eduarda que convivem com situações limite na escola. Baseada no texto Mamãe, Por Que Eu Sou Branca e Ritinha É Negra? de Jaime Sodré. Criação coletiva. Com a Cia. de Teatro BIML - turma juvenil. (Elenco: Natalia Góis, Julio Leite, Giovanna Martins, Daniele Campos, Jéssica Santana, Thainara Meireles, Mônica Ferreira, Bianca Menezes, Quele Lima, Alisson da Hora, Ana Clara Badaró, Erick Rantica, Islane Maia e Marco Lopo.)
14:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
15:30 Baú de Histórias A casa do coelho e Ananse e o baú de histórias Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
16:30 Baú de Histórias Juca e a serpente do rio e o sapo e a princesinha Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
17:00 Território Jovem Profissão: autor Território Jovem Patrícia Barboza e Nádia São Paulo Carla Nobre Suzana Vargas Neste último debate, vamos conhecer a realidade profissional de um escritor, como é sua rotina de criação, suas preferências de leitura. Vamos saber o que é necessário para se tornar um autor de sucesso, quais as dificuldades e as vantagens de viver de livros.
18:00 Baú de Histórias Ananse e o baú de histórias e Juca e a serpente do rio Atividade Infantil Cia Capim Rosa Chá Daniela Chindler O espaço Baú de histórias dedicado ao público infantil da Bienal e traz para o palco contos da literatura oral. O "baú de histórias" é um conto de origem africana. O "sapo e a princesinha", um conto de fadas de origem europeia que provavelmente foi trazido para o Brasil pelos portugueses. E "Juca e a serpente do rio" um relato da população ribeirinha, que apresenta um personagem tão comum as histórias indígenas, a cobra grande. São histórias reunidas que falam da nossa identidade, baiana e brasileira. Em cena histórias, bonecos, adereço gigantes e outras surpresas.
18:00 Café Literário Gala de encerramento com João Ubaldo Ribeiro Auditório Professor Ubiratan Castro de Araújo João Ubaldo Filho Rodrigo Lacerda José Paulo Cuenca João Ubaldo Ribeiro, moderado por Rodrigo Lacerda, conversa sobre os romances que o colocam no lugar de um dos maiores escritores brasileiros de todos os tempos.
18:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel André Guerra, Cássio Pontes e Carla Nobre José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.
19:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel António Barreto, Alexandre Vieira, Rachel Vieira e Zuzu Oliveira José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.
20:00 Praça de Poesia e Cordel Mil e um poemas em dez noites de poesia Praça Poesia e Cordel Jackson Costa e Bule-Bule José Inácio Vieira de Mello A Praça de Poesia e Cordel contará com a participação de mais de cem poetas de todos os territórios de identidade da Bahia, assim como de outras regiões brasileiras, apresentando artistas da palavra do Norte e do Sul do Brasil, das mais diversas vertentes estéticas, desde as formas fixas do popular cordel e do soneto clássico aos versos livres dos jovens poetas da Bahia e dos brasis.